ADVETORIAL
Post

Quase metade dos adultos ronca e mais de 25% o fazem todas as noites. O ronco e os distúrbios do sono são sinais da apneia do sono, mais frequentemente vista em homens e em pessoas que estão acima do peso - e que geralmente piora com a idade.

O ronco é incômodo para os outros, mas também pode ser um sinal de uma condição mais grave conhecida como apneia obstrutiva do sono (AOS), presente em três por cento da população em geral.

A AOS é caracterizada por múltiplas pausas respiratórias maiores que 10 segundos de cada vez, devido ao estreitamento ou colapso das vias aéreas superiores.

Isso reduz a quantidade de oxigênio no sangue e faz com que o coração trabalhe mais.

Entenda mais sobre a apneia do sono

Como a pessoa que ronca, geralmente, não descansa bem, ela pode ficar sonolenta durante o dia, o que diminui seu desempenho.

A apneia do sono não tratada pode contribuir para a hipertensão arterial, acidentes vasculares cerebrais, doenças cardíacas, acidentes de trabalho ou automobilísticos e muito mais.

Quais são os sintomas da apneia do sono?

Os sintomas associados a apneia do sono podem incluir:

  • Ronco alto;
  • Pausas na respiração durante o sono;
  • Acordar ofegante ou sufocando;
  • Acordar com a boca seca ou dor de garganta;
  • Sonolência diurna ou fadiga;
  • Micção noturna frequente;
  • Dor de cabeça matinal;
  • Irritabilidade, alterações de humor, depressão, dificuldade de concentração;
  • Pressão alta, doença cardíaca, acidente vascular cerebral ou outros problemas cardíacos.

O que causa a apneia do sono?

Os sons ruidosos do ronco ocorrem quando há uma obstrução parcial ao fluxo de ar através das passagens na parte posterior da boca e do nariz.

- Esta área é a parte colapsável da via aérea, onde a língua e a garganta superior encontram o palato mole e a úvula.

  • O ronco ocorre quando essas estruturas se chocam e vibram durante a respiração.
  • A apneia do sono ocorre quando a obstrução do fluxo de ar é mais grave, levando a um fluxo de ar reduzido, comprometido ou completamente bloqueado ao se tentar respirar.

Nas crianças, o ronco pode ser um sinal de problemas com as amígdalas e adenoides.

Nos adultos, o local da obstrução pode não ser tão simples de identificar. A obstrução em um adulto pode ocorrer devido a uma combinação de fatores em diferentes áreas, tornando a apneia do sono mais difícil identificar e tratar.

Quais outros fatores contribuem para o ronco e a apneia do sono?

O tônus muscular fraco na língua e na garganta:  isso ocorre quando os músculos estão relaxados demais, ou quando os músculos da garganta são acessados na via aérea.

Para saber mais sobre a apneia do sono, consulte um profissional responsável no assunto.